)Entrevistas(

"Eu sou originalmente santista!", diz Xico Sá / beatniks, futebol, mangue beat, Chico Science, literatura, jornalismo

Renato Alessandro dos Santos

Xico Sá é um sujeito muito gente boa. Está sempre de bom-humor, algo que seus leitores na Folha de S. Paulo e em outros jornais e revistas (Playboy, Trip, TPM) já sabem. Seu debate no dia 20 de junho, sábado à tarde, na 9ª Feira do Livro de Ribeirão Preto, foi pontuado por gargalhadas e mais gargalhadas da plateia, que se divertiu com as histórias sobre mulheres traídas e injustiçadas, suas pontas como ator em diversos filmes brasileiros, o humor como fuga a quem está sofrendo muito, seja no amor seja no futebol, o Homem-hortinha, aquele que planta seu próprio manjericão, e sobre uma porção de coisas, como a frase “uma cerveja antes do almoço é muito bom pra ficar pensando melhor”, de Chico Science. Perguntado se essa frase seria sua, ele negou e disse tratar-se de uma “mística resistente”. Na ocasião, quando Chico Science e Nação Zumbi se hospedavam em sua casa, em meio à dúvida entre vagabundagem e trabalho, Xico disse a Chico: “E uma cerveja antes do almoço?”; Chico Science respondeu: “Pra ficar pensando melhor?”. Pronto. Nascia uma das frases mais bacanas de “A praieira”, canção de Da lama ao caos, primeiro álbum de Chico Science e Nação Zumbi.

Em seu último livro, Modos de macho e modinhas de fêmea: a educação sentimental do homem, Xico escreve coisas do tipo: “os relatos adiante abarcam dos primeiros alumbramentos à idade da próstata”, “homem que é homem não sabe a diferença entre estria e celulite” ou ainda “mulher é metonímia, parte pelo todo, sempre encontramos, naquela que se acha a mais feia das mulheres, um pedaço da anatomia capaz de provocar uma inexplicável razão de viver”.

Após a sessão de autógrafos do livro, Xico Sá falou ao Tertúlia sobre Chico Science (mais um pouco), mangue beat, futebol, jornalismo, literatura e outros assuntos que fazem parte de sua vida.

Ele mantém o blog O carapuceiro, onde pode - com mais liberdade - escrever sobre “amores platônicos & phodas homéricas, jornalismo picareta & gonzo lendas, fábulas & carapuças”. No site da Editora do Bispo, você pode encontrar downloads de alguns de seus livros, como Catecismos de devoções, intimidades & pornografias e Caballeros solitários rumo ao sol poente.

Ouça a seguir a entrevista que Xico Sá deu, ou melhor, concedeu ao Tertúlia.

 

  • 70_XICO SÁ.play

22/07/2009