)Literatura(

Shakespeare em apenas um ato / André Carretoni; Telmah: a tragédia do desencontro; literatura brasileira contemporânea

André Carretoni

 

 

 

 

 

 

(Com a autorização do autor. Este texto faz parte do livro TELMAH, a tragédia do desencontro, de André Carretoni.)

 

Desdemona está parada no centro do palco, a poucos metros de um crânio humano.

Entra Romeu.

Romeu: Com licença; você tem lume?

Desdemona: Eu não fumo.

Romeu: Que pena!

Entra Otelo.

Otelo: O que você estava falando com ele?

Desdemona: Ele me pediu lume.

Otelo: Sei.

Ricardo III entra com um fósforo aceso. Ele se aproxima de Romeu.

Ricardo III: Eis o inverno de seu descontentamento.

Romeu: Ah! Obrigado!

Romeu acende o cigarro.

Ricardo III: O prazer foi todo meu.

Julieta entra.

Julieta: Fumando, Romeu!

Romeu livra-se do flagrante.

Romeu: Er... Isto são horas, Julieta?

Julieta: Antes, eu não pude vir. Meu pai já está desconfiado, e tive de sair às escondidas.

Romeu: Sei.

Ricardo III faz uma vênia a Julieta.

Ricardo III: Senhorita.

Julieta fica muda diante da fisionomia de Ricardo III.

Otelo fala com Romeu: Queira me desculpar, mas eu gostaria de saber o que você estava falando com minha esposa.

Julieta: Você estava falando com ela?

Romeu: Estava, mas...

Otelo: Espero explicações.

Romeu: Nobre senhor,...

Desdemona grita e chama a atenção de todos.

Desdemona: Ele apenas me pediu lume!

Ricardo III: Lume esse que tive o prazer de providenciar.

Julieta: Então você estava realmente fumando?

Romeu fala com Ricardo III: Obrigado.

Ricardo III: O prazer foi todo meu.

Entra um mensageiro.

Mensageiro: Pessoal! Pessoal! Trago más notícias!

Todos: Desembucha!

Mensageiro: Está chegando aí uma Tempestade!

Romeu: O que houve?

Mensageiro: Macbeth, o ambicioso, comprou isto aqui tudo e vai nos colocar no olho da rua.

Julieta: Como assim?

Macbeth entra segurando alguns papéis.

Macbeth: Senhoras e senhores, a peça acabou. Este lugar agora me pertence.

 

Ricardo III: Como ousa...

Macbeth: Aqui estão os documentos.

Os papéis passam de mão em mão.

Desdemona: Não entendo.

Romeu: Nem eu.

Entra Shakespeare.

Shakespeare: Amigos, queiram me desculpar, mas Macbeth tem razão. Vocês terão de abandonar este lugar.

Julieta: Mas por quê?

Shakespeare: Irão construir um centro-comercial aqui e não há nada que possamos fazer.

Entram Cleópatra, Antônio, Júlio César, o Rei Lear, Ofélia, Coriolano, o Mercador de Veneza e vários outros personagens shakespearianos. O palco deve estar abarrotado de figurantes.

Julio Cesar: Até tu, William?

Shakespeare: Ele tem um bom advogado.

Coriolano: Mas ele não é obra sua?

Shakespeare: É, mas faz tempo que ele virou domínio público.

Romeu: Eu só saio daqui morto!

Macbeth: Não seja por isso. Eu posso muito bem esperar que a sua peça acabe.

Julieta: Oh, não...

Ricardo III: Faça alguma coisa, ó Grande Mouro!

Otelo: Faço! Destruo esse jovem se ele não me contar o que estava falando com minha esposa.

Desdemona: Desisto.

Ricardo III: Eu também.

Shakespeare: Parabéns, tirano. Você venceu.

Macbeth: Eu sei.

Saem todos.

Hamlet entra para seu famoso monólogo.

Hamlet: Ser ou não ser, eis a...

Apagam-se as luzes.

Hamlet: Ei! Eu ainda estou em cena!

Macbeth grita da coxia: Vá para casa, ó palhaço!

Hamlet: Hum... Há algo de podre no reino da Dinamarca.

(pausa)

Bem... Ai!

(Hamlet tropeça, provavelmente, no crânio)

O resto é silêncio...

Fim

+++ ilustração de  rodrigo caldas +++

 

ANDRÉ CARRETONI nasceu no Rio de Janeiro, em 11 de Janeiro de 1971; formou-se em informática e, em 1998, partiu para a Europa, em direção ao desconhecido. Escritor expatriado, consciente do longo caminho que tem pela frente, segue em busca de sua verdadeira humanidade. É autor dos romances Piedade moderna (2005), Mais alto que o fundo do mar (2008) e de TELMAH: a tragédia do desencontro (2019), dentre outros. Escreve em carretoni.com e é colaborador do Tertúlia.

RODRIGO CALDAS nasceu em Belém do Pará, mas reside em São Paulo. Analista de sistemas, baterista da banda paulistana Bazar Pamplona e estudioso de desenhos, pinturas e arte sequencial.  Fanático por filmes de terror, action figures e histórias em quadrinhos.  Adora dançar “Cheek to Cheek” com a esposa e passear com Bruce, seu bat-cão. Atualmente está trabalhando no seu projeto autoral de história em quadrinhos. Instagram: Rodrigo Caldas. Facebook: Rodrigo Caldas.

  • 01-rufus_wainwright-do_i_disappoint_you

09/06/2019