)Tradução(

Morte, contemplação & liberdade / Charles Bukowski; William Carlos Williams

Paulo Veiga

 

 

 

 

 

 

Confession

Confissão

 

(de Charles Bukowski)

 

 

waiting for death
esperando pela morte

like a cat

como um gato

that will jump on the

prestes a pular na

bed

cama

 

 

I am so very sorry for

estou tão triste por

my wife

minha esposa

 

 

she will see this

ela irá ver este

stiff

corpo

white

duro

body

pálido

shake it once, then

chacoalhá-lo uma vez, então

maybe

talvez

again

outra vez


 

"Hank!"
"Hank!"


 

Hank won't
Hank não irá

answer.

responder.


 

it's not my death that
não é a minha morte que

worries me, it's my wife

me preocupa, é a minha esposa

left with this

abandonada com este

pile of

monte de

nothing.

nada.

 


I want to

Eu quero que

let her know

ela fique sabendo

though

no entanto

that all the nights

que todas as noites

sleeping

dormindo

beside her

junto dela

 

 

even the useless
e até os inúteis

arguments

argumentos

were things

foram coisas

ever splendid

sempre esplêndidas

 

 

and the hard
e as difíceis

words

palavras

I ever feared to

que eu sempre temi

say

dizer

can now be

podem agora ser

said:

ditas:

 

 

I love
eu te

you.

amo.

 

 

+++

 

 

The young housewife

A jovem esposa

 

(de William Carlos Williams)

 

 

At ten A.M. the young housewife

Às dez da manhã, a jovem esposa

moves about in negligee behind

se remexe em seu penhoar, atrás

the wooden walls of her husband’s house.

dos muros de madeira da casa do marido.

I pass solitary in my car.

Eu passo solitário em meu carro.

 

 

Then again she comes to the curb

Depois, de novo, ela vem à calçada

to call the ice-man, fish-man, and stands

aos vendedores de gelo e peixe, e espera

shy, uncorseted, tucking in

tímida, sem o seu espartilho, enfiando

stray ends of hair, and I compare her

as mechas rebeldes, e eu a comparo

to a fallen leaf.

a uma folha solta.

 

 

The noiseless wheels of my car

As rodas mudas do carro

rush with a crackling sound over

friccionam com som crepitante as folhas

dried leaves as I bow and pass smiling.

secas, enquanto eu me curvo e passo sorrindo.

+++

ILUSTRAÇÃO DE  helton souto

+++

CHARLES BUKOWSKI, o velho safado...

+++

WILLIAMS CARLOS WILLIAMS foi poeta modernista...

+++

PAULO VEIGA é natural de Ribeirão Preto (SP). Cursou Letras (Licenciatura e Bacharelado) na Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara (FCLAr/UNESP). Atualmente é doutorando em Estudos Literários pela mesma instituição, onde também realizou o mestrado, tendo bolsa concedida pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e pelo Programa ELAP (Emerging Leaders in the Americas Program). No doutorado, voltou-se para a poesia clássica, mais especificamente a latina. Estudou também na University of Winnipeg (MB, Canadá) e morou em Londres (UK), onde realizou diversas atividades, com destaque aos cursos de língua inglesa. É professor do Centro Moura Lacerda, em Ribeirão Preto, ministrando disciplinas voltadas à literatura. Gosta de poesia e de música.

+++

HELTON SOUTO nasceu em 76. Ribeirão Preto. Casado com Silvana. Cientista social, educador, gerente de projetos na área de educação e juventude, artista plástico e ilustrador. Desenha e pinta desde sempre. Torce para o São Paulo. E seu cachorro se chama Yoda. Blog: Andar na pedra. Contato (Facebook): Helton Souto 

 

 

 

 

 

  • 07 - When My Baby's Beside Me

03/01/2016